Como falir com um Kickstarter de Sucesso

Quase 9 anos atrás, uma campanha de Kickstarter mudou tudo em relação aos jogos de tabuleiro. Era agosto de 2011 é uma pequena empresa, a Cambridge Games Factory acabara de fechar o levantamento de fundos de uma das campanhas de maior sucesso até então, angariando US$73.102 para a publicação de um jogo que levaria a empresa a fechar as portas e seu dono a ser obrigado a vender a própria casa para cumprir com a campanha.

O jogo foi Glory to Rome, um fantástico jogo de cartas que hoje só pode ser encontrado usado por até US$300 e que, na época da campanha custava US$25 ou US$35 a versão exclusiva.

E depois de tanto tempo, finalmente achei um artigo de Cyrus Farivar, um repórter da ArsTechnica, que foi atrás da história por trás de uma campanha que foi tanto um caso de sucesso quando um caso de fracasso é que vale a pena ser lida para entender o porque as empresas, cada vez mais, geram limitações em suas campanhas de financiamento coletivo.

O artigo contento todo o texto você encontra aqui.

Game Details
NomeGlory to Rome (2005)
ComplexidadeMédio [2.93]
BGG Rank202 [7.49]
Jogadores2-5
Autor(es)Ed Carter and Carl Chudyk
Artista(s)Ed Carter, Valerio Cioni, Klemens Franz, Felix Girke, Heiko Günther and Igor Wolski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *